Ex-atacante do Atlético MG, Bangu e América SP morre aos 63 anos

Vice-campeão brasileiro de 1985 com, o Bangu e com passagens por Botafogo, Atlético Mineiro e Seleção Brasileira, o ex-atacante Marinho, de 57 anos. Ele estava internado na UTI de um hospital de Belo Horizonte e o falecimento se deu em decorrência de uma infecção no pâncreas.

Pelas redes sociais o Bangu, clube pelo qual Marinho atingiu o ápice da carreira, lamentou o falecimento de seu ex-jogador e ex-técnico e informou que está de luto.

A carreira

Marinho foi revelado pelas categorias de base do Atlético Mineiro e subiu ao profissional em 1974, ficando no Galo até 78 e retornando em 1982. Pelo clube fez 118 jogos e marcou 21 gols. No clube foi duas vezes campeão mineiro.

Em 83 se transferiu para o Bangu, onde dois anos mais tarde se tornou finalista do Campeonato Brasileiro, quando o clube perdeu a decisão nos pênaltis para o Coritiba. Com 16 gols marcados, ele foi o melhor jogador do torneio e vice-artilheiro, ficando apenas atrás de Edmar, que jogava pelo Guarani.

O sucesso no Bangu o levou a ser convocado por Tele Santana para a Seleção Brasileira em 1986. Ele chegou a fazer parte do grupo que treinou visando a Copa do México, mas ficou fora da lista final.

Em 1988 foi para o Botafogo, mas não teve o mesmo sucesso e voltou para o Bangu logo no ano seguinte. Ele também teve passagens por América de São José do Rio Preto (SP), Entrerriense, São Cristóvão e pelo San José da Bolívia. Encerrou a carreira em 1996 e chegou a treinar o Bangu em 1988.