Goleiro Tiago fecha com equipe gaúcha para a próxima temporada

O primeiro reforço para a temporada 2021 do Atlântico foi apresentado na manhã desta quinta-feira, 17, em Erechim. E não é qualquer reforço, trata-se de um dos goleiros mais vitoriosos do futsal brasileiro, Tiago.

Aos 39 anos, ele volta a jogar no Rio Grande do Sul, após passar por vários clubes importantes e pela Seleção Brasileira. Tiago foi apresentado em uma coletiva de imprensa, transmitida também ao vivo pelo Facebook oficial do Clube, na presença dos diretores de futsal Cladir Dariva, Aljocir Berticelli, Mario Tormen, Jacir Malacarne, Pedro Pacheco e Cezar Carlotto, além do supervisor de futsal, Elton Dalla Vécchia.

Também foi apresentado oficialmente na coletiva, o treinador Thiago Raupp.  Cladir Dariva fez a apresentação dos dois primeiros nomes que formarão o time de 2021.

“Alegria grande estar neste momento e já começar a projetar 2021. Este tem sido um ano atípico, difícil e o Atlântico conseguiu se superar, saímos fortalecidos e consequentemente já pensando no próximo período. E para este novo ano, pensamos em buscar pessoas talentosas, que certamente darão o respaldo necessário ao nome que tem o Atlântico. E hoje apresentamos duas destas pessoas, o técnico Thiago (Raupp) e o goleiro Tiago, nosso primeiro reforço para o elenco de atletas”, salientou o dirigente.

Tiago de Melo Marinho, ou simplesmente Tiago lembrou que o desejo de um dia vestir a camisa do Atlântico não é tão recente. “Sempre brincava com o Elton, quando irei vestir esta camisa. A história construída por este clube até aqui, foi fenomenal e estar aqui no presente, podendo fazer parte deste momento tentando também marcar história, para mim será muito importante. Contem comigo e vamos juntos dar sequência a esta história, com muito trabalho e dedicação”, comentou em sua primeira entrevista.

Experiente, conhecedor do esporte e com inúmeras conquistas, Tiago se mostrou disposto a ajudar. “Ensinamento e aprendizado serão simultâneos. Não é porque tenho um pouco mais de experiência que vou deixar de aprender”, disse.